Xale Haruni

As últimas semanas foram principalmente utilizadas para filmar, refazer filmagem, editar vídeo, pedir autorização para a criadora Emily Ross e a tradutora Valéria Ferreira Garcia para que pudéssemos utilizar e indicar as receitas que estão em inglês e português, respectivamente.


As duas foram ótimas, super simpáticas, acessíveis e permitiram mostrar como fazer essa lindeza de xale.
Super obrigada, meninas!
Acontece que é uma peça trabalhosa e com várias informações importantes que precisam ser bem esclarecidas para que você não tenha muitas dúvidas na hora de tecer. Por isso dividimos o vídeo do Xale Haruni em 5 partes.
 Parte 1
[https://www.youtube.com/watch?v=Rydt3xLZs6w]
Parte 2
[https://www.youtube.com/watch?v=IpAtHhI_lDo]
Parte 3
[https://www.youtube.com/watch?v=l_Fe3gAOSTY]
Parte 4
[https://www.youtube.com/watch?v=HKYk39rP510]
Parte 5
[https://www.youtube.com/watch?v=8QICToJxDuA]
Recomendamos que você imprima e leia a receita em português, depois assista os filmes tecendo junto conosco. Quando tiver dúvidas volte o vídeo e assista de novo. Para terminar as carreiras ímpares e fazer as carreiras pares dê uma pausa e depois continue acompanhando a execução.
Serão necessários:
– uns 25 cm de fio contrastante com a cor do trabalho,
– mais ou menos 450 metros de fio fino, espessura de fio para bebê,
– Agulha circular número 3,5 ou 4 mm com, no mínimo, 80 cm de cabo. Se você ainda não tem agulha circular é interessante comprar, mas, uma BOA agulha para não passar raiva depois … E o que é uma BOA agulha circular? Verifique se tem:
1) ponta fina – se for rombuda fica difícil trabalhar pontos rendados,
2) cabo com pouca memória – o cabo que une as duas pontas da agulha circular não deve ficar todo enrolado, pois dificulta a execução do tricô se isso acontecer, e
3) boa junção entre agulha e cabo – se o fio engatar cada vez que passar pela junção ao final a peça estará feia, com fios puxados e aí não dá, né? Passar horas tricotando um xale lindo e no fim a ferramenta “agulha” estragar seu trabalho? Ui, ui, ui. Então, se for comprar uma agulha circular invista nela e escolha com atenção, que vale a pena! Você a terá para o resto da vida. 😉
– Marcadores de pontos
– Contador de carreiras (opcional)
– Agulha de crochê pequena o suficiente para caber entre os pontos e a agulha de tricô, o tamanho não é importante. Não ensinaremos o arremate alternativo de i-cord por que julgamos o de crochê bem mais bonito.
– Varetas e/ou alfinetes para modelar.
Bom trabalho!